Como Armazenar Vinhos Corretamente: 5 Cuidados Essenciais Para Você Nunca Perder Suas Preciosas Garrafas

como armazenar vinhos corretamente

Da mesma forma que nosso interesse pelos vinhos aumenta, também aumenta a quantidade de garrafas que adquirimos.

Quanto mais aprendemos sobre a bebida, mais confiantes ficamos em comprar mais e mais vinhos.

Só depois pensamos se temos em casa um local em condições ideais para receber estes novos e maravilhosos hóspedes.

Para garantir que seus vinhos estejam sempre em ótimas condições de consumo, veja a seguir dicas importantes para o correto armazenamento da bebida.

Ao armazenar seus vinhos, esteja sempre atento aos seguintes fatores:

  1. Temperatura
  2. Posição da garrafa
  3. Iluminação
  4. Vibração / Trepidação
  5. Ventilação

1) Temperatura

Os vinhos devem sempre ser armazenados em um ambiente com temperatura fresca. O ideal é que o local de armazenamento tenha entre 12 e 14ºC.

Mas, se a temperatura do local for um pouco mais alta que isso, e seus vinhos forem para consumo imediato (dias, semanas ou poucos meses), não tem nenhum problema.

Evite temperaturas maiores que 25ºC mesmo que por poucos dias, pois o envelhecimento dos vinhos pode ser acelerado e você corre o risco de perdê-los.

Além do ambiente fresco, também é muito importante que nele a temperatura seja constante, pois os vinhos são bastante sensíveis à variações extremas de temperatura.


2) Posição da garrafa

É recomendado que os vinhos fechados com rolhas de cortiça natural, sejam armazenados na posição horizontal.

Desta forma, a rolha estará sempre em contato com o líquido e não ressecará.

Caso a rolha resseque, uma quantidade significativa de ar pode invadir a garrafa, oxidando o vinho.

Vinhos fechados com rolhas sintéticas ou tampas de rosca, podem ser armazenados em pé, sem nenhum problema.

vinhos armazenados na horizontal

3) Iluminação

O local de armazenamento dos vinhos deve ser protegido contra luz natural ou artificial.

É por isso que as caves das grandes vinícolas são tão escuras, pois a luz pode aquecer os vinhos, alterando seus aromas e sabores.

Aqui vale um cuidado especial para os vinhos brancos e rosés que, na maioria das vezes, são colocados em garrafas transparentes – aumentando ainda mais a exposição do líquido à luz.


4) Vibração / trepidação

Locais com vibrações e trepidações não são ideais para o armazenamento de vinhos.

Quando os vinhos sofrem constantes agitações, ocorrem reações químicas no líquido, apressando o seu envelhecimento.

Também evite trocar as garrafas de lugar à toda hora e de manuseá-las a todo momento.

Deixe o vinho descansando quietinho. Ele gosta de absoluto repouso 🙂

garrafas de vinhos em adega

5) Ventilação

É importante armazenar os vinhos em um local arejado.

Locais fechados e abafados são propícios para o surgimento de fungos que podem afetar a rolha e estragar o vinho.

Procure um ambiente com boa ventilação para que o ar circule livremente entre as garrafas.


Dicas finais

Seguindo os cuidados acima, você manterá seus vinhos sempre saudáveis, não correndo o risco de perdê-los.

Caso você não possua em casa um local que atenda aos requisitos para o bom armazenamento de vinhos, talvez seja interessante investir em uma adega climatizada.

Comece com uma pequena, para poucas garrafas, e depois aumente conforme sua necessidade.

A geladeira comum substitui uma adega climatizada?

Definitivamente, não.

Em uma geladeira doméstica a garrafa dividirá espaço com outros alimentos que podem transmitir cheiros desagradáveis ao vinho.

Além disso, a umidade da geladeira não corresponde com a ideal para o armazenamento e, o manuseio diário da porta, somado à constantes trepidações do motor, causarão agitações indesejadas ao líquido.


Gostou do conteúdo?

Compartilhe esta página com seus amigos 😉

2 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar