Home/Aprender/DIFERENÇA ENTRE CHAMPAGNE E ESPUMANTE: VOCÊ SABE EXATAMENTE QUAL VINHO ESTÁ BEBENDO?

DIFERENÇA ENTRE CHAMPAGNE E ESPUMANTE: VOCÊ SABE EXATAMENTE QUAL VINHO ESTÁ BEBENDO?

diferenca-entre-champagne-e-espumante



Qual a verdadeira diferença entre champagne e espumante?

Esta é uma das dúvidas mais comuns entre os degustadores iniciantes.

Se há uma coisa que todos nós sabemos sobre estas fantásticas bebidas borbulhantes, é que elas são simplesmente deliciosas, refrescantes e deixam qualquer festa mais animada.

Porém, nem todos sabem quais os principais fatores que diferenciam as bebidas e, por muitas vezes, acabam chamando de champagne qualquer vinho que faça espuma e tenha bolhinhas.

Será que aquela bebida que você brindou na virada do ano ou provou na casa de um amigo era realmente um champagne? Ou seria, simplesmente, um vinho espumante?

Continue lendo para descobrir a diferença entre as bebidas e aumente ainda mais o seu conhecimento.



Vinho Espumante

O espumante, nada mais é do que um vinho que passa por uma segunda fermentação, que pode acontecer em grandes cubas de aço inox ou na própria garrafa.

A primeira fermentação, a alcoólica – que transforma o açúcar natural da uva em álcool -, é comum para todos os tipos de vinhos.

Já a segunda fermentação, é realizada com o intuito de adquirir a efervescência, resultando na espuma e nas bolhinhas, que são muito apreciadas neste estilo de vinho.

Os espumantes são produzidos em diversos países e através de diferentes processos, como o Champenoise (ou Tradicional), Charmat e Asti.

Estas nomenclaturas, geralmente, podem ser encontradas nos rótulos da bebida, como na imagem abaixo:

champagne-metodo-champenoise



O champagne

Você já ouviu a frase?: “Todo champagne é um espumante, mas nem todo espumante é um champagne”

O champagne (com ´c´ minúsculo), é o vinho espumante elaborado na famosa região francesa de Champagne (com ´C´ maiúsculo).

No Brasil, é muito comum escrever o termo champanhe para se referir ao vinho que vem desta região.

Em 1927, Champagne ganhou o título de AOC – Appellation d’Origine Contrôlée (Denominação de Origem Controlada).

Isto significa que, apenas os vinhos feitos de uvas – Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay – cultivadas dentro desta região delimitada e respeitando rigorosos métodos de produção, podem usar o nome champagne.

champagne-dom-perignon

Foto: Christina B Castro / CC BY-NC 2.0

Se o vinho for produzido com as mesmas uvas e técnica, porém, em outra região, terá de usar outro nome, como é o caso do Crémant (espumante francês produzido na Alsácia, Borgonha, Bordeaux, entre outras regiões); o Sparkling Wine (elaborado nos Estados Unidos e outros países de língua inglesa) ou, simplesmente, o Vinho Espumante (feito no Brasil e outros países de língua portuguesa).

Como dito antes, um vinho espumante passa por uma segunda fermentação, que pode acontecer em grandes cubas de aço inox ou na própria garrafa.

E na região de Champagne, em respeito aos rigorosos métodos de produção, a segunda fermentação deve, obrigatoriamente, ser realizada em garrafa – o que é conhecido como método Champenoise.



Conclusão …

Como vimos, a diferença entre champagne e espumante nada mais é do que uma questão geográfica.

Para utilizar o tão famoso termo champagne no rótulo, o vinho precisa ser produzido na região francesa de mesmo nome, com uvas específicas, e seguir rígidas regras de elaboração.

Portanto, se o vinho que você está bebendo foi produzido fora desta renomada região francesa, sinto lhe informar, mas você não está bebendo um verdadeiro champagne.

Mas não se preocupe!

Vinhos espumantes de qualidade são elaborados em diversas partes do mundo e, muitos deles, são produzidos pela maiorias das vinícolas brasileiras e com preços bem mais atraentes!





Chegamos ao fim da leitura!

Se você gostou deste artigo, compartilhe com seus amigos que queiram aprender mais sobre vinhos e deixe seu e-mail abaixo para receber gratuitamente mais conteúdos como este.

By | 2017-05-30T06:57:47+00:00 15 abril, 2016|Aprender|0 Comments

Sobre o Autor:

Thiago Ross
Thiago Ross é um apaixonado por vinhos, que após viajar ao Chile e Argentina e conhecer de perto a cultura do vinho, decidiu aprofundar-se no assunto e compartilhar o conhecimento com você. Saiba Mais >

Deixe um comentário